Responsabilidade socioambiental

Ao aplicar os conceitos de sustentabilidade em suas operações, as empresas do Grupo Camargo Corrêa buscam em suas operações gerar valor para todos os públicos de interesse e, assim, garantir a perenidade dos negócios.

A agenda sustentabilidade é um dos componentes-chave e, incorporada ao planejamento estratégico e na gestão de suas empresas, vem evoluindo ao longo dos anos, com alguns marcos. A Carta da Sustentabilidade: o Desafio da Inovação, de 2006, reuniu em um documento as aspirações para os negócios em relação ao tema, ratificando a necessidade de inovar em processos e produtos visando ao desenvolvimento sustentável.

A Agenda Climática, de 2009, foi outro passo dessa trajetória, ao estabelecer nove compromissos das empresas em relação às emissões de carbono nos negócios, com uma estrutura apta para discutir o tema constantemente e aprimorar seus mecanismos. A busca por uma atuação responsável avançou em 2012, com as Diretrizes Amazônia, criando parâmetros para o trabalho naquela região. Já os recursos hídricos foram o principal tema de 2013, com o lançamento da Agenda Água para indicar as maneiras pelas quais as empresas do Grupo atuariam na gestão desse recurso em diferentes cenários.

Em 2014, a marca da responsabilidade socioambiental foi a inovação: o Grupo, com apoio de consultorias, trabalhou no desenvolvimento de uma ferramenta de mensuração do impacto das iniciativas de responsabilidade, gestão e investimento social. Inédito no mercado, o sistema desenvolvido cria uma metodologia para mensurar os benefícios dos investimentos sociais e foi desenvolvida a partir de dois estudos de caso, realizados em comunidades onde há unidades de suas empresas: Apiaí, no interior de São Paulo, local de instalação da primeira fábrica da InterCement; e Laguna, Santa Catarina, onde a Construtora Camargo Corrêa lidera o consórcio responsável pela construção de uma ponte.