Sebastião Camargo, anos 1930 - Crédito: Acervo CDMCC

1909

Em 25 de setembro, em Jaú (SP), nasce Sebastião Camargo, filho de Francisco Ferraz de Camargo e Anna Claudina Carvalho Ferraz.

1926

Sebastião Camargo inicia sua trajetória profissional transportando areia, em carrinhos puxados por burros, para a construção de estradas no interior paulista. Trabalha como empregado para os irmãos Urbino e Sinésio Sampaio Góes, tornando-se depois subempreiteiro.

1936

Surge a parceria entre Sebastião Camargo e Sylvio Corrêa. Os dois empreiteiros abrem um pequeno escritório na Rua Barão de Paranapiacaba, centro de São Paulo.

1939

Em 27 de março, a Camargo, Corrêa & Cia. Ltda. – Engenheiros e Construtores passa a atuar oficialmente como construtora. Com capital de 200 contos de réis e sede na Rua Xavier de Toledo, centro da capital paulista, a empresa tem como sócios Sebastião Ferraz de Camargo Penteado, Sylvio Brand Corrêa e Mauro Marcondes Calasans.

1940

A Camargo Corrêa obtém, no Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo (DER-SP), seu primeiro grande contrato de empreitada: a terraplanagem de um trecho de 12 quilômetros da estrada Banhado Grande–Mina da Pescaria–Mina do Espírito Santo, em Apiaí (SP). Para executar a obra, de março daquele ano a agosto de 1941, a empresa adquire seu primeiro trator.

1942

A Companhia Carbonífera de Cambuí contrata a Camargo Corrêa para escavar 15.000 m³ de túnel em suas minas no município de Cambuí (PR). A obra se estende de setembro desse ano a abril de 1943.

1943

A Camargo Corrêa estreia no setor de aerotransporte, contratada pelo Ministério da Aeronáutica, para executar a terraplanagem e pavimentar pistas e pátios de manobras na Base Aérea de Santos, em Guarujá (SP). Em julho do ano seguinte, a missão está cumprida.

1944

O Ministério da Aeronáutica encarrega a Camargo Corrêa de outra obra: a ampliação e a pavimentação da pista de pouso do Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo (SP). Iniciado em fevereiro desse ano, o trabalho é finalizado em outubro de 1945.

De fevereiro a dezembro, a Camargo Corrêa participa da construção da Via Anchieta (SP-148), obra que viabiliza a expansão da Baixada Santista e do comércio exterior brasileiro.

A empresa responde pela terraplenagem e pavimentação de três quilômetros no trecho de serra.

1946

Constituída, em 25 de setembro, a Construções e Comércio Camargo Corrêa S.A., sucessora da Camargo Corrêa & Cia. Ltda. – Engenheiros e Construtores. A ata com a razão e o objeto social da nova empresa é publicada em 19 de novembro no Diário Oficial do Estado.

1947

Contrato firmado com a Cia. Paulista de Estradas de Ferro marca a estreia da Camargo Corrêa no setor ferroviário. De fevereiro desse ano a agosto de 1948, a empresa executa obras de arte e de terraplanagem em trecho de 38 quilômetros na Ferrovia Tupã–Adamantina.

1948

Com a fundação da Companhia Jauense de Fiação S.A., em maio, a Camargo Corrêa ingressa na indústria de transformação.

navegar linha do tempo

próximo período