Quinta, 16 de Julho de 2015, às 18:53

Primeira ponte estaiada em curva do Brasil é inaugurada em Laguna

Terceira maior ponte do Brasil, a obra transformou o sul do país com geração de empregos, indução de desenvolvimento e técnicas inovadoras de construção

ponte-laguna-3-noiteNo pico de mão de obra foram necessários cerca de 1.800 profissionais

Primeira ponte estaiada em curva suspensa por um plano de estais do Brasil, a Ponte Anita Garibaldi, (Ponte de Laguna) está sendo entregue hoje, 15 de julho de 2015. Localizada em Laguna, Santa Catarina, a obra tem 2,8 km de extensão (trecho estaiado de 400 metros e trecho corrente de 2,4 quilômetros) e largura de aproximadamente 25 metros. A ponte foi construída por um consórcio liderado pela Construtora Camargo Corrêa sobre o Canal Laranjeiras e terá impacto extremamente positivo sobre a BR-101, uma das principais rodovias do país, que é também rota do Mercosul.

A edificação contou com técnicas inovadoras de construção, como a introdução de uma treliça lançadeira (BERD), trazida de Portugal, que permitiu a execução de cada aduela (vão) da ponte, prevista inicialmente para uma semana, em apenas quatro dias. A treliça lançadeira é capaz de erguer um vão com 48 metros de comprimento, pesando cerca de 1.211 toneladas, ou o equivalente a 1.279 Volkswagem Gol G6. No sistema convencional (já existente no Brasil), seriam necessários 10 equipamentos para executar no tempo igual à BERD. A Ponte de Laguna vai amenizar o intenso tráfego da região, facilitar o escoamento de mercadorias entre os estados do Sul e do Centro do país e proporcionar melhor integração comercial com os países do Mercosul.

Iniciada em 2012, a obra atingiu pico de mão de obra em dois anos, com cerca de 1.800 profissionais. A área total do canteiro foi de aproximadamente 96 mil m², incluindo uma área de reserva de 11.793 m² e mais 3 áreas auxiliares. Foi montada uma estrutura com central de concreto, funcionando 24 horas por dia. E mais pátio de fabricação de pré-moldados, porto náutico, alojamentos, áreas de apoio e convivência, estação de tratamento de água, estação de tratamento de efluentes, refeitório e outros serviços de apoio. O planejamento previu a dragagem ao longo do canal, uma vez que a lagoa não possuía profundidade que permitisse navegação.

"Temos um time que executou o projeto dentro de uma excelente gestão, com engajamento, muita responsabilidade e empenho", celebra Luís Gustavo de Oliveira Zanin, gerente de obra, que ganhou pelo segundo ano consecutivo, o prêmio de Obra Padrão do Ano pela Construtora Camargo Corrêa. O Premio Padrão Camargo Corrêa, em sua quinta edição, é um importante registro do reconhecimento de profissionais comprometidos e de projetos que colocam em prática as crenças e valores da empresa.

Confira outras conquistas da Ponte de Laguna:

  • Selo Verde do Instituto Chico Mendes
  • Obra Padrão do Prêmio Padrão 2014 e 2015
  • Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9001:2008 e PBQP-H)
  • Sistema de Gestão da Saúde e Segurança no Trabalho (OHSAS 18001:2007)
  • Sistema de Gestão Ambiental (ISO 14001:2004)
  • Sistema de Gestão da Responsabilidade Social (NBR 16001:2012)

Ficha técnica - Ponte de Laguna (Ponte Anita Garibaldi)

  • Extensão: O comprimento total da ponte é de 2.830 metros, incluindo 3 vãos estaiados, sendo o vão principal com 200 metros e mais dois vãos secundários com 100 metros cada.
  • A ponte tem duas pistas, sendo uma no sentido Sul e outra no sentido Norte.
  • Cada pista é composta por duas faixas de rolamento com 3,6 metros/cada + uma faixa de acostamento com 3 metros + 1 faixa central de segurança com 1,10 metros.
  • Tamanho do canteiro: a área total do canteiro é de aproximadamente 96 mil m², incluindo uma área de reserva de 11.793 m² e mais 3 áreas auxiliares.
  • Cliente: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)
  • Construção: Consórcio Ponte de Laguna: Construtora Camargo Corrêa/ Aterpa M. Martins e Construbase
  • Principal equipamento: Treliça lançadora de aduelas BERD, fabricada em Portugal
  • Aço: 20 mil toneladas
  • Concreto: 100 mil m³
  • Número de funcionários: 1800